Notícias

OAB apoia Operação Sossego

15/06/2017 16h56 - Atualizado em 19/06/2017 14h49
Créditos: Divulgação
Vigilância sanitária em plena fiscalização

Iniciativa que começou a ser realizada neste último final de semana, a Operação Sossego tem total apoio da OAB-TO (Ordem dos Advogados do Brasil), em especial por parte daqueles advogados e advogadas mais preocupados com a tranquilidade dos espaços urbanos da cidade.

A operação fechou cinco bares na Região Sul de Palmas que tinham problemas de alvará, não respeitavam as regras da vigilância sanitária e, sobretudo, permitiam música e shows sem qualquer autorização e com o volume muito acima do limite. "Essa operação vem ao encontro do legítimo desejo da sociedade apenas que não mais suporta os constantes abusos de poluição sonora, notadamente de perturbação do sossego provocados por bares, distribuidoras de bebidas e demais locais de Eventos. A OAB, como instituição que promove a defesa dos interesses da sociedade e do exercício da cidadania, não poderia se furtar de avalizar o seu incondicional apoio e se solidariza com ações de tal natureza”, destacou o advogado Edvaldo Viera da Silva, membro da Comissão de Direito Urbanístico.
O advogado ressalta que a operação, que também contou com blitze nas ruas da cidade, teve ampla repercussão positiva na sociedade e deve seguir sendo realizada nas próximas semanas.

Para a OAB, é extremamente positivo o fato de a Prefeitura de Palmas, o Corpo de Bombeiros, a Vigilância Sanitária e o Detran atuarem em parceria em prol da legalidade e da manutenção do sossego de todos.

Outro benefício da operação é que dá mais tranquilidade para quem gosta de praticar esportes como ciclismo e corrida nos finais semana de manhã cedo – o que é uma vocação da cidade -, pois a fiscalização inibe motoristas embriagados de estarem trafegando nas ruas de Palmas.
A expectativa da OAB é que a Operação Sossego siga sendo realizada na Capital e atinja todas as regiões da cidade e seja um exemplo a ser seguido pelos demais municípios.