Notícias

Seminário sobre trabalho escravo tem apoio da Comissão de Direitos Humanos da OAB-TO

09/11/2017 08h44 - Atualizado em 09/11/2017 10h36

A Comissão de Direitos Humanos da OAB-TO (Ordem dos Advogados do Brasil no Tocantins) está apoiando o “Seminário Trabalho Escravo Hoje: Realidade e Desafios”, que acontece nesta quinta-feira, 9, no CUICA/UFT. O evento é gratuito e organizado pela COETRAE/TO (Comissão para Erradicação do Trabalho Escravo no Tocantins), da qual a OAB-TO faz parte.

O seminário vai discutir a temática “Trabalho Escravo Contemporâneo” com os estudantes universitários.

“Em tempos em que o Ministério do Trabalho se vê apto a baixar uma portaria alterando a legislação e desmontando todas as políticas de combate à escravidão no Brasil, faz-se mais do que necessário trazer essa pauta para discussão com a comunidade. Mesmo que a portaria tenha sido suspensa em decisão liminar pelo STF, ainda sim, a Comissão de Direitos Humanos da OAB e a COETRAE/TO veem com muita preocupação esse direcionamento do Governo, pois, implica em um retrocesso sem igual na história do país no combate ao Trabalho Escravo”, avalia Verônica Salustiano, vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB-TO.

O seminário começa às 19h, e vai ter como palestrantes Tiago Cavalcanti, procurador regional do Trabalho e Coordenador da CONAETE/MPT; Gabriela Madrid Aquino, delegada chefe do Serviço de Repressão ao Trabalho Forçado na Polícia Federal; André Esposito Roston, auditor fiscal do Trabalho, ex-chefe da DETRAE (Divisão de Erradicação do Trabalho Escravo/MTB); e como mediador frei Xavier Plassat, da Comissão Pastoral da Terra.