Notícias

Prisão provisória de mães de crianças é tema do OAB Fazendo Arte de março

13/03/2018 16h17 - Atualizado em 14/03/2018 22h32

Os artistas grafiteiros Mayara Caroline dos Santos, Gabriela Araújo Moura, Ludmilla Weber, Liziane Silva Cruz e Danilo Brian Dias Castro do Grupo Abacaxi são os autores do mural do projeto OAB Fazendo Arte de março, mês da mulher. Eles receberam da Comissão da Mulher Advogada o desafio de criar um mural tendo como tema o encarceramento feminino, mais especificamente de prisão provisória de mães de crianças.

“O encarceramento de mães é um assunto debatido há muito tempo entre os movimentos feministas e de direitos humanos, mas a discussão ganhou corpo depois da decisão histórica do STF (Supremo Tribunal Federal) concedeu o Habeas Corpus coletivo impetrado pelo Coletivo de Advocacia em Direitos Humanos (CADHu) em favor de todas as mulheres presas provisoriamente, gestantes, puérperas e mães de filhos de até 12 anos incompletos, para responderem ao processo em liberdade. Por isso, propomos este tema para o Mural”, explica a vice-presidente da Comissão da Mulher Advogada da OAB-TO (Ordem dos Advogados do Brasil no Tocantins), Emilleny Lázaro.

Os artistas do Grupo Abacaxi aceitaram o desafio e fizeram um esboço da obra intitulada “Ventre Livre”, em uma referência a Lei anterior a Lei Áurea que tornou livres todos os filhos de escravas. Após aprovado o desenho, ele foi ampliado e pintado no muro externo da OAB-TO, ficando visível nos próximos 60 dias para todos que passam na rotatória do cruzamento entre as avenidas NS-01 e LO-04.

Confira as fotos aqui