OAB/TO participa do projeto Desconstruindo o Mito de Amélia com o MPE

Via ASCOM OAB/TO

Por Dani Braga

Publicada em: 10/02/2020 - 14h 05min

Dani Braga
Dani Braga

A Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Tocantins participou de ação do projeto “Desconstruindo o Mito de Amélia: práticas de reabilitação de pessoas agressoras nos casos de violência doméstica e familiar”, criado pelo núcleo Maria da Penha do Ministério Público Estadual, em parceria com outras instituições.

O projeto que consiste numa série de 10 encontros com um grupo de homens visando promover a reflexão e evitar a reincidência de práticas de violência contra a mulher. Esses encontros em grupo são mediados por uma equipe multiprofissional.

Entre as mediadoras do primeiro encontro estava representando a OAB/TO, a advogada e presidente da Associação Brasileira das Mulheres de Carreira Jurídica (ABMCJ/TO), Elaine Noleto. 

“A criação desse projeto encontra respaldo na própria Lei Maria da Penha e já existem iniciativas semelhantes em outros estados, onde conseguiram praticamente zerar a reincidência da violência contra a mulher”, disse Elaine Noleto.