OAB/TO recebe visita e promove moção de aplauso da presidente do TRT da 10ª Região

Via ASCOM OAB/TO

Por Dani Braga

Publicada em: 08/11/2019 - 14h 42min
Atualizada em: 09/11/2019 - 09h 16min

Dani Braga
Dani Braga

A nova gestão da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Tocantins segue fortalecendo um dos seus maiores compromissos: o diálogo institucional. A presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região, desembargadora Maria Regina Machado Guimarães, foi recebida na sede da OAB/TO pela diretoria da Ordem, presidentes de Subseções, Conselheiros Estaduais e Federais. 

Durante reunião do Conselho Seccional o presidente da OAB/TO, Gedeon Pitaluga, anunciou a renovação da cessão dos servidores do Governo do Estado à Justiça do Trabalho no Tocantins. Esse ato é fundamental para garantir o pleno funcionamento do sistema judiciário e contou com o apoio da Ordem.  

“Fico feliz em poder anunciar aqui na Ordem essa boa nova. Garantir o pleno e eficiente  funcionamento da Justiça do Trabalho é uma das pautas prioritárias para a advocacia e essa sem dúvida é uma grande vitória para toda a classe no Tocantins”, destacou o presidente da OAB/TO, Gedeon Pitaluga. 

Na sessão do Conselho Seccional da OAB/TO, com a presença da magistrada do trabalho, também foi aprovada uma moção de aplausos da Ordem ao trabalho célere realizado pela Justiça do Trabalho no Tocantins. 

“Estou muito honrada com o convite. Eu sempre apregoei essa importância do nosso diálogo institucional, sempre franco e democrático. Então diante dessa grande conquista para a Justiça do Trabalho com o apoio decisivo da OAB/TO, sugiro que o termo de renovação da cessão dos servidores estaduais seja assinado ainda este mês aqui na sede da Ordem no Tocantins”, disse a juíza Maria Regina Machado Guimarães

O Secretário Chefe da Casa Civil do Estado, Rolf Vidal, manifestou sua satisfação em ver essa conquista para a advocacia anunciada na OAB/TO. “Estou secretário, mas, minha casa é a advocacia. Fico feliz em poder contribuir com a manutenção do bom andamento da justiça do trabalho em nosso Estado”, disse Vidal.