Essa pagina depende do javascript para abrir, favor habilitar o javascript do seu browser!
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > NOTÍCIAS > TRIBUNAL DE JUSTIÇA E SECRETARIA DE CIDADANIA E JUSTIÇA ATENDEM SOLICITAÇÃO DA OAB E GARANTEM DIREITO DE PRISÃO DE ADVOGADO EM SALA DE ESTADO MAIOR
Início do conteúdo da página
NOTÍCIAS

TRIBUNAL DE JUSTIÇA E SECRETARIA DE CIDADANIA E JUSTIÇA ATENDEM SOLICITAÇÃO DA OAB E GARANTEM DIREITO DE PRISÃO DE ADVOGADO EM SALA DE ESTADO MAIOR

  • Escrito por Dani Braga
  • Criado: Domingo, 01 Setembro 2019 18:33
  • Publicado: Domingo, 01 Setembro 2019 18:33
  • Última Atualização: Quarta, 08 Setembro 2021 15:58

Atendendo a um pedido da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Tocantins, a Secretaria de Cidadania e Justiça e o Tribunal de Justiça do Estado asseguraram aos advogados, sempre que forem presos por motivo diverso de sentença penal condenatória transitada em julgado, a prerrogativa da prisão em sala de Estado Maior”.

A decisão emitida na tarde de quinta-feira (24) partiu do Corregedor-Geral da Justiça, desembargador Helvécio de Brito Maia Neto, em acolhimento ao parecer emitido pelo juiz auxiliar da Corregedoria, Océlio Nobre da Silva. O parecer teve influência pelo entendimento pacificado pelo Supremo Tribunal de Federal (STF) e pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), conforme pontuou o juiz Océlio Nobre da Silva.

Para o presidente da OAB Tocantins, Gedeon Pitaluga, a decisão garante uma prerrogativa consagrada no Ordenamento Jurídico. “É uma prerrogativa da advocacia, que agora fica reconhecida institucionalmente pela recomendação do Tribunal de Justiça”, completou.

A decisão solicita ainda que seja comunicada a Secretaria da Cidadania e da Justiça do Estado para que faça cumprir a recomendação.

registrado em:
Fim do conteúdo da página