Tribunal Regional do Trabalho da 10a Região publica portaria comunicando alteração de plataforma de videoconferência

Segundo a portaria, “enquanto não for disponibilizado o sistema de videoconferência a ser definido pelo Conselho Superior da Justiça do Trabalho, será utilizado o programa “Teams”

Por Ascom

Publicada em: 12/01/2021 - 17h 34min

Ascom
Ascom

O presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 10a Região, desembargador Brasilino Santos Ramos, e o corregedor Regional da Justiça do Trabalho da 10a Região, Alexandre Nery de Oliveira, publicaram portaria informando a mudança do sistema de videoconferência no órgão.

Segundo a portaria, “enquanto não for disponibilizado o sistema de videoconferência a ser definido pelo Conselho Superior da Justiça do Trabalho, será utilizado o programa “Teams” do Pacote 365 da Microsoft, no âmbito dos Juízos de primeiro grau e do segundo grau do Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região, em caráter provisório, a partir de 1º de janeiro de 2021, acessível para os usuários internos a partir da intranet do Tribunal, tanto para audiências quanto para sessões de julgamento telepresenciais e por links a serem disponibilizados para acesso de usuários externos”.

Portanto, os links disponibilizados anteriormente para a plataforma CISCO não mais terão validade. As partes e advogadas e advogados precisam ficar atentos ao novo link da plataforma Teams, que também será disponibilizado no próprio processo.

"Vejo com certa cautela essa alteração da plataforma por parte do Tribunal, especialmente devido à dificuldade de alguns advogados e advogadas no acesso aos meios digitais. Todos já estavam acostumados com a antiga plataforma, tendo que agora novamente se readaptar. Porém, a Comissão de Direito do Trabalho da OAB/TO estará acompanhando de perto toda esta mudança de forma a evitar qualquer eventual prejuízo a advocacia, mas sempre primando pelo retorno mais rápido possível das atividades presenciais nos Fóruns da Justiça do Trabalho no Estado do Tocantins”, reforçou o presidente da Comissão de Direito do Trabalho da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Tocantins, Sergio Skeff.