Essa pagina depende do javascript para abrir, favor habilitar o javascript do seu browser!
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > NOTÍCIAS > Representatividade, racismo e empoderamento foram pautas de diálogo em Roda de Conversa promovida pela OAB/TO em Palmas
Início do conteúdo da página
NOTÍCIAS

Representatividade, racismo e empoderamento foram pautas de diálogo em Roda de Conversa promovida pela OAB/TO em Palmas

  • Escrito por Patrícia Laurindo de Paiva
  • Criado: Sexta, 29 Julho 2022 14:03
  • Publicado: Sexta, 29 Julho 2022 14:03
  • Última Atualização: Sexta, 29 Julho 2022 14:03
imagem sem descrição.

Reunidas na noite desta quarta-feira, 28, as mulheres negras deram a voz a sua luta durante a Roda de Conversa: Protagonismo para Além do Julho das Pretas, OAB em Movimento, Construindo Pontes! O evento ocorreu no auditório da OAB/TO, Denise Sucena, com a participação da advocacia e sociedade civil. Temas sobre representatividade, racismo e empoderamento fizeram parte do diálogo. Além de debates, a cantora Maluza abriu o evento com a música Sarará Criolo e Negritude, composição autoral.

Durante a sua manifestação, o Presidente Gedeon Pitaluga pediu licença aos demais Diretores presentes e transferiu simbolicamente a presidência da Ordem e do evento, naquela oportunidade, à Presidente da Comissao de Igualdade Racial, advogada e dirigente, Priscila Aragão, como forma de sinalizar a posição inquestionável da entidade em defesa da igualdade na sociedade.

Em discurso de abertura, o presidente da OAB/TO, Gedeon Pitaluga, destacou a importância de dialogar com as temáticas para uma sociedade mais igualitária e representativa. "É por meio dessas ações que as lutas se tornam direitos, referência e história”, disse.

A presidente da Comissão de Igualdade Racial, Priscila Ernesto, agradeceu o apoio da Ordem na realização do evento. “Essa casa é nossa e é aqui que devemos fomentar debates que tragam resultados para toda sociedade”, destacou.

A membro da Comissão da Mulher Advogada, Débora Barros, ressaltou que o debate vai agregar mais conhecimento sobre temáticas importantes e cotidianas ajudando a desconstruir preconceitos e barreiras. “Estamos falando de direito e de justiça, defendo nossos espaços e a nossa representatividade”, destacou.

A noite contou discussão em torno seguintes temas:

A importância da representatividade para meninas negras com Luana Raquel; Representações de racismo e Interseccionalidades na Literatura Infantil com a Doutora Rubra Araújo; Juventude Negra e Cultura com Júlia Albuquerque; Mobilidade Urbana: Uma Análise Do Corpo Negro Feminino E Pobre Posto No Bairro Taquari, Em Palmas (TO) com Aline da Silva Sousa; O PODER DAS MULHERES NEGRAS NO EMPREENDEDORISMO com Jéssica Rosanne Rodrigues Gomes; Memórias, resistências e modos de subjetivação de mulheres negras com a  Doutora Daniele Vasco Santos.

registrado em:
Fim do conteúdo da página